Quer sair do aluguel? Confira o passo a passo!

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 32 milhões de brasileiros vivem de aluguel. Os motivos que levam a essa escolha são os mais variados. Desde a dificuldade para adquirir um imóvel próprio até a liberdade de não prender-se em uma residência fixa.

É consenso, no entanto, que muitos desses moradores ainda nutrem o sonho da casa própria, almejam sair do aluguel e comprar um imóvel. É o seu caso? E o que lhe impede de realizar esse desejo? Talvez apenas um pouco de organização e planejamento.

Confira no post o passo a passo para organizar as finanças, encontrar seu imóvel ideal, fazer um bom negócio e, claro, realizar o seu sonho!

1.    Organize o orçamento

O primeiro passo para conseguir comprar uma casa é um bom orçamento. O que não quer dizer ter rios de dinheiro, mas sim um bom controle de gastos e um planejamento inteligente. Antes de tudo, abra uma planilha no Excel ou baixe um aplicativo de finanças e registre tudo, da prestação do carro ao troco da padaria.

Dessa forma, você terá uma visão bem mais clara de como anda o seu saldo financeiro, onde seu dinheiro está sendo investido ou desperdiçado e como começar a melhorar esse cenário.

 

2.    Corte, incremente e guarde

Cortar gastos é sempre uma boa pedida, afinal evita despesas desnecessárias e direciona seu dinheiro para bons investimentos. Não deixe, porém, de buscar alternativas para incrementar a renda, como um freelance no tempo livre.  Essa solução irá aumentar seu saldo no final do mês.

E, claro, poupe o máximo de puder. Quanto maior for o valor que você tiver disponível para oferecer na entrada do imóvel, menor será o valor a ser financiado. Consequentemente, menos tempo pagando, parcelas menores, menos juros, mais descontos e maiores chances de ter seu sonho realizado.

20

3.    Informe-se

Chegou a hora de dar forma ao seu sonho conhecendo as reais condições de compra do imóvel que você deseja. A melhor maneira de descobrir é fazendo uma simulação. Ela irá lhe mostrar quanto você precisa ter disponível mensalmente, como a entrada pode impactar no valor e prazo de pagamento, entre outros dados.

O ideal é que você compareça na imobiliária e realize a simulação junto com um consultor. Afinal, ele pode lhe orientar com dicas preciosas sobre como melhorar suas condições de compra, qual é a melhor opção de imóvel para você e como fechar um bom negócio.

Veja se você cumpre os critérios para participar do Minha Casa, Minha Vida. Esse programa oferece subsídios, redução da entrada, entre outros benefícios que facilitam muito a aquisição do imóvel. Também consulte o seu banco, seja ele qual for. Quem possui um bom relacionamento pode ser beneficiado com melhores condições de financiamento.

4.    Deixe tudo em dia

Alguns fatores podem dificultar e até mesmo impedir a conquista do seu imóvel. Quem tem restrição no CPF, por exemplo, não consegue a aprovação de crédito necessária para o financiamento. Além disso, alguns documentos são essenciais, como os comprovantes de renda. Então, verifique sua situação e deixe tudo em dia para não ter nenhuma surpresa na hora da compra.

5.    Comece a procurar

Ao contrário do que a maioria pensa e faz, procurar um imóvel é o último passo para adquiri-lo, mas agora que sua situação financeira está em dia e você já sabe o que quer e pode comprar, chegou a hora de iniciar a busca.

Defina parâmetros como valor do imóvel, localização, tipo, quantidade de quartos, entre outras características. Foque nas opções que se encaixam nesse perfil e as suas chances de ser bem-sucedido na compra são grandes.

Uma última dica de ouro: imóveis na planta geralmente possuem valores reduzidos e oferecem entrada parcelada. Sendo assim, você não precisa ter uma grande poupança e já vai pagando o imóvel enquanto ele é construído.

 

Pronto para começar a organizar a mudança? Faça uma simulação agora e confira as condições!