6 vantagens de comprar um imóvel usado

Quem está em busca do primeiro imóvel ou procura um novo lar não costuma ver as vantagens de comprar um imóvel usado. No geral, as pessoas assumem que irão enfrentar uma série de problemas, de dificuldades no financiamento até falhas de estrutura e acabamento.

Sim, é verdade que é preciso ter certo cuidado ao comprar um imóvel usado, mas as vantagens dessa escolha são inúmeras. Além disso, recentemente a Caixa mudou as condições de compra e facilitou o financiamento de imóveis usados. Agora, é possível financiar até 80% do valor do imóvel e as taxas de juros foram reduzidas.

Tendo todos esses fatores em mente, será que não compensa investir em um imóvel usado? Se você ainda tem dúvidas de que esse pode ser um bom negócio, continue lendo o post e confira 6 motivos que vão mudar sua opinião!

1.    Negociação maleável

Uma das principais vantagens de comprar um imóvel usado para o comprador é na hora da negociação. Como o proprietário está bem envolvido com o processo de compra, ele pode aceitar propostas que de outra forma não seriam nem possíveis de fazer. Utilizar veículos e até outros imóveis como parte do pagamento são as opções mais comuns.

A grandes construtoras e incorporadoras oferecem boas condições, mas possuem  bem restritas. Afinal, não negociam com cada cliente em particular, mas estabelecem condições de compra que valem para todos os clientes em geral. Já o proprietário em si, a pessoa física, pode avaliar e aceitar as mais variadas propostas.

Quem tem interesse em permuta deve procurar por imóveis usados, pois é praticamente sua única opção. Construtoras raramente irão aceitar um carro ou imóvel na venda de outro, já que a revenda não é comercialmente interessante para elas.

2.    Pronto para morar

É verdade que grandes construtoras podem oferecer boas condições de aquisição para imóveis novos. A mais comum delas é a entrada parcelada que, em alguns casos, pode ser dividida em até 48 meses, mas você sabe por que? É porque o imóvel ainda não está pronto e enquanto você paga a entrada ele está sendo construído.

Quando se trata de comprar um imóvel usado isso não acontece, pois ele já está pronto para morar. E não apenas na estrutura, mas também já inclui acabamentos, instalação elétrica e hidráulica, rede de telefone e internet, etc. De modo geral, sua única preocupação será em transferir a titularidade de cobrança e já pode usufruir do serviço.

Outra questão relacionada são os problemas com a obra, que não existem quando você compra um imóvel usado. Como ele está pronto e já foi habitado, qualquer problema estrutural é discutido antes da venda. Enquanto isso, no caso de um imóvel novo, podem ocorrer imprevistos e atrasos que atrapalhem sua mudança para um novo lar.

3.    No usado, o diferencial é regra!

Alguns imóveis novos entregam uma parte dos acabamentos como diferencial de venda. Um piso em porcelanato aqui, um teto em gesso ali e outros do tipo. Raramente, no entanto, o imóvel já vem pronto para receber a mobília. É preciso, primeiro, investir no acabamento para só depois pensar em se mudar.

Sem falar na mobília, que é uma questão à parte e também pode atrasar bastante a mudança só pelo gasto adicional. Sem falar na escolha, compra e instalação. Todos esses problemas simplesmente não existem quando você compra um imóvel usado. Ele já vem com acabamentos completos e, em muitos casos, pelo menos semi-mobiliado.

Você deve considerar que o antigo morador investiu nesse imóvel, pois queria um ambiente agradável e confortável para morar, certo? Além disso, o proprietário pode não querer levar a mobília com ele para a nova casa ou em caso de móveis planejados nem compensa levar.

A vantagem é do comprador que adquire um imóvel com todos os acabamentos e equipado sem pagar muito mais por isso. De fato, a mobília e os acabamentos não influenciam muito no valor de venda, mas para quem compra um imóvel usado é certamente um brinde valioso.

03. BP0008

4.    Metragens maiores

Um imóvel usado, em comparação com os lançamentos do mercado, tem até o dobro da metragem pelo mesmo preço. Isso acontece porque o padrão de construção atual deve levar e conta a densidade demográfica da região. A quantidade de pessoas querendo morar em determinado bairro ou cidade é maior do que o espaço disponível.

O resultado fica claro nos empreendimentos mais novos: imóveis pequenos. A média fica entre 40m² e 60m² que precisam ser muito bem aproveitados em uma planta inteligente. Enquanto isso, prédios mais antigos foram planejados para outra realidade e tem a oportunidade de oferecer muito mais área útil ao comprador.

Em uma rápida pesquisa pelo catálogo de imóveis da Estilar Imóveis, percebemos como essa diferença reflete no preço do imóvel. Apartamentos novos com metragens entre 100m² e 150m² custam entre R$ 800.000,00 e R$ 1.200.000,00. Um apartamento usado do mesmo tamanho pode ser adquirido por R$ 350.000,00 ou menos!

5.    Plantas muuuuito flexíveis

As pequenas metragens dos imóveis novos implicam em outro problema para o morador: plantas estáticas. Como o espaço é restrito, a planta deve ser muito bem planejada para aproveitar ao máximo cada centímetro disponível. Quem procura um tipo muito específico de imóvel ou quer um lar personalizado não encontra opção disponível no mercado.

Alguns empreendimentos ainda oferecem a “planta flexível” como diferencial, mas mesmo estes são padrões bem rígidos. Remover uma parede para transformar 02 quartos em uma sala maior ou em um Closet, por exemplo. Fora isso, são poucas e até inexistentes as possibilidades de alteração.

Já os imóveis usados compreendem uma série de estéticas e padrões, além das alterações que já podem ter sido feitas pelo antigo morador. Quem recomenda a compra de um imóvel usado aponta as grandes metragens e a flexibilidade da planta como as maiores vantagens do investimento.

6.    Localização

A mesma questão que implica em metragens pequenas e plantas rígidas em imóveis novos causa a falta de disponibilidade. Bairros ou cidades muito disputadas já tiveram todo seu espaço consumido e, portanto, não oferecem mais opções de moradia. A saída é comprar em um bairro mais afastado…ou comprar um imóvel usado.

É possível adquirir um imóvel usado com ampla metragem em localizações privilegiadas por apenas uma fração do valor de um imóvel novo com as mesmas características. Isso é válido mesmo considerando as possíveis reformas que o imóvel pode exigir, como alterações de planta, elétrica ou hidráulica.

Por serem imóveis mais antigos, o desgaste natural da estrutura deve ser analisado, é um cuidado básico ao comprar um usado. Por outro lado, você consegue um lar totalmente personalizado, grande, muito bem localizado e ainda assim no final das contas vai sair barato.

Pronto para adquirir o seu imóvel? Fale com um de nossos consultores e conheça todas as opções disponíveis!

01. Consultores