4 vantagens de morar na Região Metropolitana!

A região metropolitana de Curitiba é composta por 29 municípios e abriga uma população de mais de 3,5 milhões de pessoas. Entre suas principais cidades figuram São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Colombo, Araucária e Pinhais.

Essas pequenas cidades guardar grandes tesouros e um deles pode ser o seu novo lar. Afinal, mesmo fora da capital cada município com infraestrutura, acessibilidade e mais uma série de vantagens que compensam o investimento na região.

Não está conseguindo comprar seu imóvel em Curitiba? Conheça as quatro maiores vantagens de morar na região metropolitana!

1. Custo-benefício

Um apartamento de 2 quartos em Curitiba tem um custo médio de R$ 5.000,00 por m² em bairros de classe média mais ou menos próximos do Centro. O mesmo imóvel em São José dos Pinhais tem um custo de R$ 2.500,00 à R$ 3.000,00 por m².

As condições de aquisição também são diferentes, pois o teto do Minha Casa Minha Vida muda. A mesma renda que não consegue financiar em Curitiba pode ser o suficiente para conseguir um imóvel ainda melhor do que o cliente procura em outros municípios.

Construtores menores ainda oferecem mais opções de negociação. Assim, o cliente pode conseguir descontos e facilidades que aumentam – e muito! – suas chances de comprar um imóvel.

2. Qualidade de vida

Morar na região metropolitana também é sinônimo de qualidade de vida. Em alguns casos, a cidade é pequena, não possui indústrias pesadas e conta com muito espaço verde. Isso faz que o os níveis de poluição sejam menores e a cidade em si um lugar mais saudável.

Outros fatores que contribuem para a qualidade de vida em municípios da região metropolitana é o tamanho da cidade. Menos pessoas, menos trânsito, menos estresse, mais segurança e, consequentemente, mais saúde física e mental.

Quem tem a sorte de trabalhar na mesma cidade ainda perde menos tempo com transporte e pode aproveitar essa brecha para dedicar-se mais à família e atividades de lazer. A correria que é a cidade grande, por outro lado, dificulta bastante a manutenção de uma rotina saudável.

3. Acessibilidade

Ao contrário do que muita gente pensa, as cidades da metropolitana são muito acessíveis e podem, inclusive, ter acesso facilitado a determinadas regiões.

Ter que pegar BR com frequência, por exemplo, não precisa ser um problema. Em muitos casos, a rodovia possui um fluxo de trânsito mais livre do que as ruas de bairros e economiza tempo mesmo em trajetos mais longos.

O acesso a outras regiões também é mais fácil. Não é preciso atravessar a cidade para ir à praia ou outro município. As cidades da região metropolitana tendem a ter uma via direta que facilita e encurta essas viagens.

4. Infraestrutura

Outro mal-entendido que muitas pessoas tem em relação a região metropolitana é a infraestrutura urbana. Serviços de saúde e transporte, por exemplo, costumam ter uma qualidade superior nos municípios menores do que nas grandes capitais.

Isso acontece porque é mais fácil administrar uma cidade pequena e a demanda é menor. Dificuldade para marcar consultas, esperas intermináveis e ônibus lotados são problemas comuns da capital que a região metropolitana não costuma enfrentar.

Os preços mais acessíveis dessa região combinado com a baixa concorrência faz com que muitos comércios procurem essas cidades também. Assim, o morador pode ter certeza de que não ficará desamparado.

 

Pronto para encontrar seu lar dos sonhos na região metropolitana de Curitiba? Confira algumas opções de apartamento em São José dos Pinhais!